Aprenda sobre os sentidos dos cavalos

Existe idade para realizar a equoterapia?
1 de outubro de 2018
Equoterapia no tratamento do Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação
1 de novembro de 2018

Aprenda sobre os sentidos dos cavalos

Visão, audição, paladar, olfato e tato. Nos animais, esses cinco sentidos costumam ser mais aguçados do que nos humanos. No cavalo, por exemplo, seus mais de 70 milhões de anos de existência proporcionaram um desenvolvimento maior do olfato.

Junto com o paladar, o olfato é usado pelos cavalos como meio de perpetuação da espécie, pois funciona como forma de reconhecimento entre eles. A audição, por exemplo, é usada para ajudar o animal a não ser presa fácil para outros animais.

Por terem um pavilhão auditivo móvel, as orelhas dos equinos têm o movimento facilitado, sendo possível demonstrar algumas de suas emoções por meio delas. As orelhas para trás, por exemplo, demonstram a irritação que o bicho está sentindo, já quando estão para frente, revelam confiança e receptividade.

O tato do cavalo é um sentido muito aguçado, por isso, é importante que o cavalheiro que o está montando saiba onde tocar para demandar ordens, utilizando a pressão adequada para o pedido. Os cavalos têm dois tipos de visão, a binocular (frontal) e a monocular (lateral).

Quer saber mais sobre os cavalos e sobre a equoterapia? Entre em contato conosco! Ligue para (41) 3027-1666 ou envie um e-mail para andaluz@institutoandaluz.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *