Saiba como a equoterapia pode ajudar crianças com a Síndrome de Williams-Beuren
30 de julho de 2018
Entenda como a equoterapia pode ajudar crianças hiperativas
30 de agosto de 2018

Você sabe o que é hipotonia?

Hipotonia é a diminuição do tônus muscular e da força, o que causa flacidez e moleza no corpo. Ela é geralmente associada à paralisia cerebral e a outras desordens neuromusculares, bem como a algumas síndromes, como a de Down e a de Williams-Beuren. A pessoa que possui hipotonia tende a manter uma postura mais relaxada, já que seus músculos são menos tensionados e as articulações são mais frouxas.

Se não tratada, pode causar diversos problemas, principalmente na região do quadril. A condição costuma ser diagnosticada no nascimento ou durante a infância. Ao nascer, o bebê pode parecer flácido ou não ter a capacidade de manter os joelhos e os cotovelos flexionados, podendo ainda apresentar dificuldades para se alimentar e realizar demais atividades motoras e reflexos.

Entre os métodos utilizados para tratar pacientes com hipotonia está a equoterapia. Os benefícios desse tipo de terapia são significativos, ajudando no desenvolvimento do equilíbrio e da coordenação motora, na adequação e fortalecimento de tônus e na melhora da postura.

Segundo a profissional Viviane Miara, fisioterapeuta e coordenadora do Instituto Andaluz, o uso do cavalo é fundamental. “O passo do cavalo proporciona ao seu praticante um estímulo ao sistema nervoso central, que será modulado, adequando o tônus muscular. Aliado a esta adequação de tônus, estimula-se a mudança de posturas, potencializando a ação muscular, promovendo uma maior consciência corporal”, diz.

Quer saber mais sobre como a equoterapia pode ajudar pessoas com hipotonia? Entre em contato conosco pelo telefone (41) 3027-1666 ou envie um e-mail para andaluz@institutoandaluz.com.br. Nós podemos te ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *